Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2018

Uma nova chance

Imagem
— Meu Deus! É você, cara? O que você tá fazendo aí?
— Ahn... é... fala meu parceiro!
— O que tá acontecendo contigo?
— Nada não, eu tô bem.
— Bem? Nem aqui, nem na China que você tá bem.
— Que nada, tá tudo tranquilo.
— Tranquilo? Mano olha só pra você...
— O que tem eu?
— Você tá um caco. Magro, fedendo... Que tristeza. Eu imagino sua mãe; como é que ela está agora... Sofrendo de desgosto, com certeza. Para com isso, brother, por favor. Se não você se mata e mata quem te ama.
— Ah, para de drama. Só tô na correria, mas tá firmão.
— Firme que nem geleia, você quer dizer?
[silêncio]
— Você sabe que dia é hoje, cara? Terça-feira. Terça. Você saiu de casa háquatro dias. Estamos preocupados contigo.
— Não precisa se preocupar, eu vou sair dessa.
— Não vai sair se continuar assim.
— Assim como?
— Você perdeu seu emprego, perdeu sua mulher, perdeu seu bebê... E está perdendo sua vida. Você não percebe? Só temos uma vida pra viver e você tá jogando a sua fora.
— Muitos falam de mim, difícil mesmo é ser eu...

Wherever you will go

Imagem
“If I could, then I would… I'll go wherever you will go”
Essa era a música que tocava nos fones de ouvido compartilhados. A música que tocava no rádio do ônibus no dia em que haviam se conhecido. A clássica do The Calling que, com certeza, já embalou tantos casais por aí... É aquela típica música em que há uma promessa de um amor difícil de se viver, porém eterno e forte acima de tudo e de todos. Em determinado momento, a voz rouca do vocalista canta a possibilidade de algum dia o narrador da música descobrir um jeito de voltar para vigiar a amada e guiá-la.
— Você voltou. – disse ela com aquele sorriso que o cativava.
— Sim, como eu havia prometido que descobriria um jeito de voltar para cuidar de você, amor.
Mais um momento de silêncio e o apertar das mãos se tornou mais forte, como se tivessem medo de que alguma coisa acontecesse e se separassem ali mesmo. Não. Ali, não. Nem ali, nem nunca mais. Foram muitos anos separados, mas agora finalmente havia chegado a hora da felicidade, d…

Feliz ano novo!

Imagem
Domingo (31/12/2017) eu estava caminhando com o fone no ouvido quando uma música começou a tocar e eu comecei a meditar nela. Pensamentos foram vindos... era como se o próprio Deus falasse comigo através daquela melodia e daquelas palavras. Foi algo muito bacana e dentro do meu coração senti uma vontade enorme de dividir isso com todos que eu conheço. Então, logo surgiu a ideia de escrever minha mensagem de ano novo inspirado nessa música e enviar para os meus contatos, ao invés de uma mensagem já pronta copiada da internet. Claro, essa vai ser copiada e colada também, mas está quentinha e saindo do forno rs...
A música chama-se “Que Amor é Esse?” da Luma Elpídio e ela fala em seus versos sobre o amor de Deus para conosco. Sobre o quanto Deus é bom para conosco. Ele nos traz paz, Ele tem misericórdia de nós e os planos d’Ele são sempre melhores que os nossos. E isso tudo DE GRAÇA!
Gente, Deus é tão bom que o amor d’Ele por nós é incondicional. Como diz na música: “eu desconheço um outr…