Tratamentos para a calvície


Eis que eu estava na van indo para o trabalho e ouvindo uma musiquinha, quando a mulher do banco de trás passa a mão na minha cabeça (onde deveria ter cabelo e, no popular, estão só uns "fiapinhos"), atrapalhando minha concentração na música do Gabriel O Pensador, e ainda tem a audácia de perguntar em belo e formoso cearense (sim, é para ler com sotaque):
— Ei moço, porque tu não compra Imecap hair? 
Claro que a minha primeira reação é um mix de espanto e uma enorme vontade de dar uma gargalhada. Mas retiro forças nem sei de onde, respiro fundo e apenas digo (em cearense também, porque um paulista que não fala com sotaque daqui é torturado):
— 'Nam' mulhé, é porque isso é genético. Já faz cinco anos que tá caindo...
— Ah, é porque um tempo atrás meu cabelo tava caindo tanto que eu tava cum medo até de tá doente. Mas usei Imecap hair e voltou a crescer. Se tu visse como era! Saía cada tufo de cabelo que eu achei que ia ficar careca!
Nesse exato momento pensei que ela estava sendo paga pelos diretores do glorioso comprimido para identificar clientes em potencial (vendedores à paisana pode ser uma das profissões de um futuro bem próximo), mas preferi acreditar que ela era apenas uma mulher enxerida-de-bom-coração e respondi com o meu lindo sorriso metálico.
Alguns segundos depois... Lá vem ela batendo no meu ombro de novo para me dar outra dica maravilhosa. Eu respiro fundo, pauso a música mais uma vez, e viro para trás todo contente e ansioso por saber o que aquela sábia mulher poderia me dizer para me livrar dessa calvície desgraçada.
— E Sulfato Ferroso, tú já tomou? É porque Sulfato Ferroso é ferro puro (aaaaaah vá!) e meu 'fi' tomou e voltou a crescer o cabelo dele. 
Depois de saber que S.F. é ferro puro, eu apenas respondi:
— Eu tomei minha adolescência inteira, mas parece que não fez muito efeito.
Já meio puto pelas pausas na música (e se quer me ver bravo vem falar comigo quando estou lendo ou ouvindo música), voltei pela terceira vez a faixa e, depois de alguns segundos ouvindo ela conversando com o cara que estava ao lado dela, pensei: "me livrei" e apertei o play.
Os dias se passaram, mas vez ou outra eu me lembrava daquela admirável mulher e dos seus sábios conselhos. Pensava cada vez mais na minha calvície, lembrava dos bons tempos em que meu cabelo era tanto que quando eu passava mais de um mês sem cortar ficava parecendo um capacete ou uma coisa horrível inominável (como na minha foto da Carteira de Trabalho que escondo de todo mundo até hoje). Que tempo bom (com sessenta pra pagaaaaar... *quem não lembra desse comercial?), mas que acho que nunca mais voltará. Snif snif, ‪#‎vouchorar,‪#‎careca ‪#‎adeuscabelo...
Bom, continuando, até porque isso é um texto e não um post no Twitter ou no Instagram, andei dando umas olhadas nos tratamentos para meu probleminha genético. Dentre eles estão:
- uma cirurgia que o Luciano [aquele mesmo que quase acabou a dupla com Zezé di Camargo por causa do som da sua voz nunca sair (depois foi descoberto que o microfone dele e do Marrone estavam sempre desligados, mas isso é assunto pra outra hora... brincadeiras à parte, um grande abraço aos dois! Que eles sejam muito felizes e que eu não tome um processo)] fez, na qual são retirados os fios do local em que está nascendo normalmente e implantado um por um no local mais afetado. Por custar trinta mil, tô fora...
- esse que vou falar agora já foi receitado para mim, mas eu não usei. É um medicamento chamado Finasterida. Para que ele funcione, o indivíduo tem que tomar um comprimido por dia durante toda a vida, correndo o risco de adquirir câncer no fígado e no testículo, além de sérios riscos de ficar estéril. Ah, tem mais: no dia em que parar de tomar, cai o resto (pense agora naquele emoticon dos bate-papos com a carinha de espanto). Gente, pelo amor né? Melhor ser careca!
- há também o tratamento a laser, assim como a massagem capilar, que é como um incentivo para o cabelo voltar a crescer.
Mas teve outro tratamento que me chamou a atenção. Eu não sabia o que pensar, como me portar, o que fazer diante daquela informação que meus olhos enxergavam... não sabia se ria ou chorava, se respirava ou soluçava.
Adivinhem o que estava sendo indicado para a calvície bem ali na minha frente??? Sim, Imecap Hair...

Comentários

  1. Rs....bem assim.Texto divertido .😂👏👏👏👏

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado mais uma vez pela leitura, querida Teia! Bjoos <3

      Excluir

Postar um comentário

Fala aí...

Postagens mais visitadas deste blog

Ao Lado de um Grande Homem...

Wherever you will go