Seu Sorriso


Estava chovendo e eu, como sempre, sem guarda-chuva. A chuva estava muito forte e eu não poderia sair daquela cobertura, pois se o fizesse, uma pneumonia me aguardava, com certeza! De repente, eu vejo uma garota que chamou a atenção. Não sei muito bem o motivo, mas acho que deve ter sido por causa do seu sorriso.

Eu estava do lado dela e quando ela virou o rosto eu pude ver aquele sorriso, aquele brilho nos olhos... Tocou meu coração!!! Ela estava feliz por algum motivo (que motivo seria esse?). Mas o que importava naquela hora era a carona. Não sei se foi contra a vontade dela, mas eu pedi uma carona no guarda-chuva dela:

  --- Moça, cabe mais um aí?

Ela riu (volto a falar, que sorriso!) e me disse simpaticamente:

  --- Tem sim!

Eu então entrei debaixo do guarda-chuva e caminhamos uns dez minutos naquele verdadeiro “toró” até eu chegar ao meu destino final: meu local de trabalho (uma lanchonete). Até que a carona saiu barata: paguei um Sufresh para ela após muita insistência e ali nos despedimos.

Alguns meses depois (olha como são as coisas) eu, sem quere, encontrei-a no Facebook. Adicionei e depois peguei o MSN dela. Na nossa terceira conversa, eu tomei a liberdade de perguntar qual o motivo daquele sorriso; porque ela estava tão feliz aquele dia? Pensei que ela ia ficar brava, mas não: ela apenas escrever um simples “Rsrs” e depois “aquele dia um garoto que eu gosto muito havia me pedido em namoro debaixo daquela chuva a algumas quadras dali”.

E para completar a inspiração, ela colocou uma foto (não sei se propositalmente) onde ela estava sorrindo. Daquele dia para cá, perdi o contato, mas cumpro aqui minha promessa. Disse a ela que iria escrever um texto sobre seu sorriso e aqui estou.

Procurei, procurei e não achei outra frase para explicar a nossa mini-trajetória de quatro conversas:

“Eu viajei no seu olhar, seu sorriso, seus segredos...” (Seu Astral – Jorge e Mateus)

A gente se esbarra na próxima chuva!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ao Lado de um Grande Homem...

Contos e Músicas: Uma parceria que deu certo

Destrua Este Diário: O Início