Feed Rodolfo Escritor

domingo, 10 de julho de 2011

Os Filhos Sempre Sofrem Mais

AO CUBO - FILHOS

Eu vou escrever pra você o que eu sempre quis dizer
Nessa carta que talvez você nunca vai receber.
Me desculpe desde já por favor
E tente entender a minha letra que a lágrima borrou.

Hoje é quinta-feira o dia tá nublado.
Nem fui para a escola, perdi a hora, acordei zuado.
Trancado aqui no quarto, vejo os albuns de retrato
De como parecia que a gente era feliz
Uma foto de nós dois abraçados e depois
Outra de um aniversario de alguns anos que fiz.

Então eu comecei a recordar nossa história
Tudo que vivemos juntos em nossa trajétoria.
Muitas glórias, muitas crises, varios planos.
Tempos felizes de uma familía em poucos anos.

Lembro perfeitamente até posso sentir
As cocégas que você fazia pra fazer eu rir.
Como ficava quando eu tirava 10 na escola.
E me levava para empinar pipa e jogar bola.
Quando me perguntava o que eu queria ser quando
crescer.
Eu dizia que queria ser como você.

Que simplesmente era o meu super-heroi
E que deixou muita saudade no meu peito que doi.
É tipo assim peço por favor tente me entender.
Quando ouvir a musica que a gente fez pra você.

Refrão\"
Sonhei, Nunca faz mal sonhar.
Busquei, alguém para me espelhar.
Achei, em Deus um pai, meu rei
Meu respirar...2x

Quando me lembro, você saindo naquela porta
As forças dos ombros, eu pedindo, \"papai volta?\"
As lágrimas caiam dos meus olhos, você enxugou,
Pegou-me no colo me deu um beijo e me abraçou.

Você prometeu pro meu irmão que voltaria.
Pelo menos uma vez por semana e nos levaria
Para matar a saudade, passear na cidade
De repente isso seria bem melhor pra a gente.
No começo foi realmente assim..
É, quase assim..

Acho que você sabe que foi duro pra mim ou pra nós..
Acho que não, você sumiu.
Nem viu sua filha crescer, foi rapido, nem sentiu

Foram poucos telefonemas, para matar quem nos matava
No final sempre com um beijo me dizia que me amava.

Ouvia uma voz de nenem bem lá no fundo
Eu sabia que você encontraria,outro mundo,
alguém para concorrer do amor que eu tanto sinto por
você
E que por telefone eu não sei dizer.

Mas de que vale o amor se o senhor não tá aqui
Pra eu poder te abraçar, te beijar e sorrir
Não sou mais aquela criança contente
Nem você aquele pai tão presente.
É tipo assim...
Peço por favor tente me entender.
Quando ouvir a musica que a gente fez para você.

Refrão\"
Sonhei, Nunca faz mal sonhar.
Busquei, alguém para me espelhar.
Achei, em Deus Um pai, meu rei
Meu respirar...2x

Eu fui crescendo, vendo meus colegas
Onde eu morava que tinha um pai em casa
mais não valorizava
A quem derá se eu tivesse essa oportunidade
De ter você aqui comigo no domingo a tarde
Pra me ensinar a dirigir
E dividir comigo tudo que \'cê\' sabe
E ser o meu melhor amigo

Mas não, foi minha mãe que fez o seu papel
Me ensinou - me a ser homem, nunca me deixou ao leo
Ela disse que o amor não pode viver com a magoa
É como o ditado do oleo que não junta com a água

Que é necessario eu te amar e esquecer todo o passado
De que vale o amor se você não tá aqui do nosso lado
Mas eu te amo e isso me doi aqui dentro
E gostaria de mostrar com atitudes o meu sentimento
Os filhos sempre são os que sofrem mais
Com a separação dos pais.

Refrão\"
Sonhei, Nunca faz mal sonhar.
Busquei, alguém para me espelhar.
Achei, em Deus Um pai, meu rei
Meu respirar...





Depois dessa música, não sei se sobrou muita coisa para eu argumentar, mas tudo bem, eu vou tentar mesmo assim.

Tratar desse assunto é muito dolorido para mim, porém, infelizmente, é a dura realidade. E quando o Ao Cubo canta que “os filhos sempre são os que sofrem mais com a separação dos pais”, posso apenas concordar.

Sou filho de pais separados desde os sete anos de idade e toda vez que volto no tempo e relembro aqueles dias que se seguiram desde a notícia até a separação de fato, fico com vontade de chorar. Desculpa, mas homem chora e não se pode esconder isso.

Ah como dói! Como doeu todo esse processo! Não importa a idade, isso não é coisa que se apaga com o tempo... Não! Isso é para toda a vida.

Não sei porque alguns são “sorteados” para enfrentar essa triste situação; não seria mais fácil se tudo fosse respeito? Mas não é... e a única coisa que podemos fazer é aprender a lidar com essa situação.

Quem viveu esse drama sabe como é chamar pelo pai e não ser respondido por ele não estar em casa. E vice-versa. No meu caso, fiquei com o meu pai nos primeiros seis meses e senti muito a falta da minha mãe. Hoje, por motivos profissionais, moro novamente com meu pai. De qualquer forma, a falta é sentida.

Como diz o refrão, nessas horas, é a Deus que temos de recorrer. Não quero entrar no tema religião, mas é verdade. Pedi muito a ajuda d’Ele naquela época e creio que ele me ajudou.

Sonhei, nunca faz mal sonhar.
Busquei, alguém para me espelhar.
Ache em Deus, um pai, meu Rei
Meu respirar.”

Termino por aqui esse texto de tema tão triste, mas que atinge muitas famílias: a separação dos pais.


 

Um comentário:

  1. Senti um desabafo nesse post.
    Conhecia 2 músicas do Ao Cubo, ótimo som.

    ResponderExcluir

Fala aí...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget