Escrever


Muita gente fala que é perda de tempo, que não leva a nada, “que isso...”, “que aquilo...” Escrever é algo totalmente inusitado, sem noção e cá, pra nóis, muito louco! No papel, muitas vezes você solta o que quis dizer e não conseguiu, ou não pôde; você se declara; você xinga, esculacha... Pô, tem algo melhor que isso? Freedom, freedom! Aqui você é livre.

Contos, crônicas, artigos, poemas, poesias, relatos; tristes, alegres, amorosos, humorísticos ou de terror. Percebeu ao o que eu quis dizer? Galera, escrever é também ser flexível, contar um pouco de tudo. E mesmo que você só goste de Contos, algum dia na sua vida você já fez, ou vai fazer uma Crônica ou uma poesia.

Me arrependo por demorar tanto tempo para fazer este blog. Sei lá, eu tinha medo de não dar conta do recado, de faltar texto para postar... Mas Sérgio Simka disse em uma de suas aulas de Língua Portuguesa que, a partir do momento em que você aceita esse, digamos, “desafio” de sempre ter alguma coisa nova para blogar, automaticamente você mesmo se “força” a escrever e nunca vão faltar novidades. Digo isso por experiência própria! E tudo isso é verdade, pois desde que comecei com o blog, nunca me faltaram textos. Pelo contrário, sempre tenho mais de dois, três na fila de espera.

Escrever é atualizar-se. Escrever é desenvolver-se. Escrever é... bom, eu já defini; agora é a sua vez.


Comentários

  1. Escrever é sair da realidade e trazer as pessoas junto com você, nesta aventura.
    Muito bom Rudolf, amigo de longe. <3

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Fala aí...

Postagens mais visitadas deste blog

Ao Lado de um Grande Homem...

Contos e Músicas: Uma parceria que deu certo

Destrua Este Diário: O Início